Hoje, a assinalar o Dia Nacional do Mar, a BUSINESS as NATURE lança o vídeo de curta metragem de sensibilização e consciencialização para a problemática do plástico marinho, produzido no âmbito do seu projeto #fishingtheplastic. 

A 16 de novembro celebra-se o Dia Nacional do Mar, pretendendo destacar e assinalar a importância que o mar tem para a história e identidade de Portugal, bem como para a economia e desenvolvimento do país.

A data escolhida deve-se ao facto da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar ter entrado em vigor a 16 de novembro de 1994, sendo ratificada por Portugal em 1997.

O mar assume uma importância estratégica para Portugal, não só pela nossa ligação histórica da era dos Descobrimentos, como também pela relevância da nossa Zona Económica Exclusiva (ZEE), a 3ª maior da EU e que na sua proposta de extensão (a decidir em 2021) tornam o território português constituído 97% por mar. Para além das atividades ligadas ao mar, constituirem um setor vital para a economia portuguesa e para o produto interno bruto (PIB). 

Esta data, é, portanto, uma data de particular importância, em especial para as regiões costeiras, como seja concelho de Ovar, onde a atividade piscatória, aquacultura e outras relacionadas com o mar são fonte de rendimento para muitas famílias. Mas, não só! Os oceanos e serviços dos ecossistemas marinhos também têm um papel que é fundamental para a saúde e bem estar humano,  e a poluição dos oceanos constitui uma grave ameaça ao seu equilíbrio e sobrevivência, que temos que combater com determinação e sentido de urgência.

A BasN e Câmara Municipal de Ovar estão fortemente empenhadas em fazer o seu papel na proteção deste recurso precioso que é de todos nós, assinalando o Dia Nacional do Mar com o lançamento do vídeo de sensibilização produzido no âmbito do seu projeto #fishingtheplastic

Sinopse: Quando uma futura mãe contempla um barco piscatório em alto mar, a sua mente vagueia para uma realidade passada e alternativa, na qual o mar é uma fonte de vida e prosperidade. De volta à realidade, o plástico invadiu as praias, os pescadores trazem as redes cheias de lixo e o futuro das gerações vindouras encontra-se comprometido. Mas está nas mãos de quem sonha, agir pelo nosso Futuro!